CST - Segurança e Meio Ambiente

Segurança e Meio Ambiente têm sido objetos de grandes investimentos por parte da CST nos últimos anos e faz parte da estratégia ativa da organização, colaborando por um mundo melhor e pensando na sustentabilidade do planeta. Por exemplo, no processo produtivo da fábrica, todos os descartes são realizados em aterros industriais certificados e regulamentados; o papelão, fruto do material secundário operacional, é destinado às cooperativas comunitárias visando à reciclagem; o gesso, oriundo dos descartes de moldes cerâmicos, é doado também para empresas que o reutilizam em processos de carga cimentaria. Pensando na questão dos problemas com a poluição dos rios e contaminação da água potável, na CST todos os efluentes industriais e domésticos recebem tratamento antes de retornarem para o meio ambiente: foram executados aportes que consolidaram na reutilização dos efluentes industriais através de uma segunda filtro-prensagem para reincorporar os sólidos novamente a massa cerâmica na fabricação, garantindo assim uma água mais limpa e um menor consumo de recursos do meio ambiente. 

Meio Ambiente 2

 

Meio Ambiente

Existem também trabalhos adiantados em andamentos junto a CETESB para o tratamento de efluentes gasosos resultantes dos fornos, colaborando com a meta mundial de redução CO2 da Atmosfera, preocupação com o aquecimento Global - nos últimos anos, após alterações e gastos pesados no processo de queima, passaou-se a utilizar GNV, menos poluente, reduzindo pela metade a emissão de Carbono do processo fabril. Têm sido executados ainda projetos de reflorestamento e recuperação de área de APP (Área de Preservação Permanente) junto às comunidades locais, a exemplo, junto a projetos de educação ambiental nas escolas de ensino primário e médio da região. Esses projetos são frutos da preocupação da CST em ser uma empresa moderna, sustentável e verde, pensando não só no hoje, mas ensinando para o amanhã.